A Liberdade está ameaçada por todos os lados


Protestos contra medidas extremas adotadas pelo governo Alemão.


O mundo passa por uma das mais graves crises sanitárias e de cerceamento das liberdades individuais e coletivas já vistas na história recente. O nível do autoritarismo que se tem observado em vários países mundo a fora, é algo estarrecedor. 


O combate ao novo coronavírus – que todos nós consideramos importante e necessário – tem sido utilizado como desculpa para prender, agredir e torturar pessoas em várias partes do mundo. Muitos que se arvoram democratas e defensores da liberdade, não apenas se calam ante a tais arbitrariedades, como em grande medida, apoiam tais práticas totalitárias.


Não é segredo para ninguém – mesmo que a grande mídia tente esconder – que a chegada do novo coronavírus em todos os continentes, fez com que muitos países adotassem medidas extremas (lockdown, isolamento social, etc.), cujos resultados incidem diretamente na liberdade individual das pessoas e que não se mostraram, cientificamente, eficazes em grande escala. 


Temos vistos cenas dantescas ocorrerem dia após dia nas ruas do Brasil e do mundo, nas quais trabalhadores simples, homens e mulheres, são agredidos por forças policiais pelo simples fato de estarem na rua tentando levar o pão de cada dia para casa.


Não se pode negar a letalidade do vírus e nem tampouco desconsiderar a importância das medidas profiláticas de segurança. Não se deve subestimar a gravidade da Covid-19, mas também, não se pode usar o medo do povo, para atentar contra os verdadeiros direitos humanos, entre os quais, o da vida e liberdade, que são basilares. 

Quando polícias, guardas municipais ou mesmo as forças armadas são usadas contra a população trabalhadora, pelo simples fato desta está buscando sua sobrevivência de forma digna e honesta, algo de muito errado está acontecendo. 


Nós que defendemos a liberdade acreditamos que as autoridades devem tomar medidas sim para combater a disseminação da Covid-19, mas isso jamais pode ser feito de forma criminosa, ao arrepio da lei. 


Não se pode agredir as pessoas, torturá-las de forma física ou psicologicamente, pois, ao agirem assim, tais autoridades demonstram que não estão preocupadas em salvar vidas e sim, em impor sua truculência, afinal, quem se importa em salvar vidas não vai chegar ameaçado pessoas em uma quadra esportiva com um tiro de 12 como fez este elemento no vídeo abaixo:



Como liberais repudiamos todos os atos de violência contra o cidadão. Repudiamos ainda a falta de liberdade de empreender que assola este país. É necessário manter a liberdade e a boa ciência lado a lado, pois, os governadores e prefeitos que impõem sobre a população lockdown, não demonstraram até agora, dados suficientemente sérios, que comprovem a eficácia de tais medidas no contexto nacional, nem tampouco ficou claro o apreço destes governantes pela liberdade que eles juraram defender.


Está na hora da população dizer chega! Ou lutamos pela nossa liberdade, ou seremos escravos. Atentem bem: lutar pela liberdade não pode ser confundido com irresponsabilidade sanitária, tal como defendem os fanáticos bolsonaristas e olavistas, os quais recusam-se, de forma bovina, a seguir medidas comprovadas cientificamente, tais como: uso de máscara, lavar mãos, utilização de álcool em gel e distanciamento social (que não pode ser confundido com lockdown ou confinamento social do tipo “fica em casa”). 


A luta pela liberdade tem que existir e devemos sim coibir estes abusos dantes referidos, mas ao mesmo tempo, precisamos ser racionais, evitando ser cooptado por adeptos de teorias conspiratórias malucas como as defendidas por olavistas e terraplanistas. Estes subestimam o vírus aí quando suas teses caem por terra, eles inventam outras. 


Lutemos pela liberdade, mas recusemos os conspiracionistas, pois, eles são tão nocivos como aqueles que atentam contra a nossa liberdade. Em verdade, eles não são, em essência, diferentes. E digo sem medo de errar que só estão gritando contra o autoritarismo por conta desses ataques não estarem vindo de seus gurus. Se estivessem investidos de poder, estes fundamentalistas também nos perseguiriam. Essa perseguição poderia ser por outro motivo, mas não deixaria de ser igualmente nociva. 


Portanto, é inegável que no caos em que estamos vivendo só temos duas certezas: a liberdade está ameaçada por todos os lados e só a nossa luta é que poderá nos garantir que não seremos ainda mais massacrados pela força totalitária que nos rege. Lutemos como bons e bravos liberais. 


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.